“Nunca fui lembrado sequer para o cargo de vice”, desabafa Ludgério sobre relação com grupo de oposição liderado por Romero

 






                                                                                      



“Nunca fui lembrado sequer para o cargo de vice”. O desabafo é do deputado estadual Manoel Ludgério, do PSD, que decidiu externar sua mágoa com o grupo da oposição liderado pelo ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, do mesmo partido.

O parlamenta relatou que tanto ele quanto a esposa, a vereadora Ivonete Ludgério só foram lembrados quando foi para se engajar em alguma campanha ou algum projeto político. Ele acrescenta que é uma espécie de amor não correspondido, onde ele se doam, mas são ignorados.

“Eu e Ivonete somos sempre chamados para nos doarmos às campanhas, levarmos nossa militância, mas eu nunca fui lembrado sequer para o cargo de vice. Isso machuca, esse amor não correspondido. Tem barcos que são abandonados”, disse Manoel em entrevista que repercutiu na Rainha da Borborema.

A declaração acontece após o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) afirmar que a bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) já não conta com a atuação de Manoel Ludgério (PSD) há algum tempo.
“A bancada de oposição, na verdade, conta com uma independência do deputado Manoel Ludgério. Há muito tempo ele vem votando com o governo e, ora com a oposição, mas muito mais com o governo”, cutucou o tucano.

Sobre a dissidência de Manoel, Romero, que é o presidente estadual da sigla evita polemizar, e se atém a dizer que agradece o apoio que um dia recebeu tanto do deputado quanto da vereadora Ivonete.

Fonte: https://www.blogdoninja.com.br/

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "“Nunca fui lembrado sequer para o cargo de vice”, desabafa Ludgério sobre relação com grupo de oposição liderado por Romero"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.