“Como pode haver eleição num clima desses?”, diz Maranhão ao alertar sobre necessidade do adiamento do pleito em meio a isolamento social










                                                                                     



Autor de um projeto que prevê o adiamento das eleições do mês de outubro para dezembro de 2020, com posse mantida para janeiro de 2021, o senador José Maranhão (MDB) voltou a defender, nesta quinta-feira (14), a adoção da mudança, tendo em vista que todo o calendário eleitoral já foi afetado por conta do isolamento social.
Segundo ele, partidos estão impedidos de organizar suas campanhas e isso, por si só, pode alterar o desfecho do pleito. Então, com o objetivo de fazer valer o que preconiza o texto constitucional, que é a periodicidade do pleito, a melhor medida a ser adotada é o adiamento.
“Eu sou autor de um projeto porque diante dessas circunstancias que estão aí o calendário eleitoral já está prejudicado. Como é que os partidos podem organizar suas campanhas se nós estamos em pleno isolamento social, podendo ir, inclusive, para o lockdown, mas Deus permita que não seja necessário. Como pode haver eleição num clima desses? O que defendo é o adiamento das eleições sem a prorrogação de mandato, e isso é possível desde que aprovem meu projeto, para que a eleição seja em dezembro e a posse em janeiro, porque aí se garante a periodicidade da eleição”, ressaltou.

Fonte: http://www.blogdoninja.com.br/

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "“Como pode haver eleição num clima desses?”, diz Maranhão ao alertar sobre necessidade do adiamento do pleito em meio a isolamento social"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.