Sargento baleado por filho atribui crime a jogos virtuais e diz que filho é um bom menino: "esse incidente não quer dizer que ele é um menino mal"

 




                                                    

O sargento segue internado em estado grave em Campina Grande (Foto: Reprodução)


O sargento Benedito da Silva Araújo de 56 anos que foi baleado pelo filho, um adolescente de 13 anos, no último sábado (19), na cidade de Patos, na Paraíba, atribuiu o crime cometido pelo menor aos jogos virtuais violentos. A declaração foi feita através de um áudio que circula nas redes sociais e que o ClickPB teve acesso. 

O sargento Bené afirma que o filho é um menino bom e que foi criado com muito amor. 

"Ele foi um pedido que eu fiz a Deus", afirma o sargento. 

Benedito diz que a tragédia que vitimou sua esposa e seu filho caçula de 7 anos está sendo "uma coisa muito dura para eles, mas não significa que o adolescente seja um menino mal'. Além disso, ele atribuiu o crime aos jogos virtuais que o menino tinha acesso. 

"Eu atribuo essa atitude a alguns jogos que ele estava assistindo, free fire, aquela série de Naruto, que não valoriza a família', disse.

Ainda no áudio o sargento afirma que não quer que o filho fique preso. Segundo ele, o menino merece viver em liberdade. 

O sargento que segue internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, em estado grave porém estável, diz que quer ficar bom para poder voltar e cuidar do filho. 

" Eu vou voltar para cuidar dele com todo o meu amor", diz emocionado o sargento.

Por 


Fonte: https://www.clickpb.com.br/

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Sargento baleado por filho atribui crime a jogos virtuais e diz que filho é um bom menino: "esse incidente não quer dizer que ele é um menino mal""

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.