Cidade do Brejo decreta estado de calamidade pública por conta da seca

 





                                                                                        



Açudes secos,  escassez de água, por conta das irregularidades pluviométricas e paisagem cinzenta, sem pasto para o gado. A cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano, está sob estado de calamidade pública. O decreto foi publicado nesta quinta-feira (24), Diário Oficial do Estado (DOE), e leva em consideração a crise hídrica que atinge a região.

De acordo com o documento, o decreto passa a valer a partir da publicação e dura, inicialmente, 180 dias. Segundo os números atualizados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), o reservatório que abastece de Bananeiras está na faixa laranja, cor definidora em estado de observação.

No último 6 de setembro, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) anunciou a suspensão do abastecimento regular de água em Bananeiras no dia 6 de setembro. A decisão foi tomada porque a barragem de Canafístula, reservatório que abastece a cidade, secou e não havia mais possibilidade de captar água para distribuição.

O estado de calamidade pública aplicado diz respeito, principalmente, ao âmbito financeiro. A situação anormal que, neste caso, foi autorizada pelo poder legislativo da Paraíba ressalta que o estado não tem mais meios para lidar com a crise e necessita de intervenção do Governo Federal com medidas emergenciais de apoio.

Recentemente o Governo da Paraíba também renovou o decreto de Calamidade Pública por conta dos efeitos da Covid-19 e da seca que assola várias regiões do Estado.

SL

Fonte: PB Agora


Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Cidade do Brejo decreta estado de calamidade pública por conta da seca"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.