Prestes a deixar Governo, Ricardo cita ‘medidas amargas’ da gestão










                                                                                             



Prestes a deixar o comando do Governo Estadual da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) afirmou nesta sexta-feira (21) que durante sua gestão precisou tomar ‘medidas amargas’ para fazer o que era necessário pelo estado.
De acordo com o gestor, essas medidas serviram para defender o que é público. Durante a inauguração da duplicação do acesso ao Aeroporto Castro Pinto, o gestor relembrou obras que, segundo ele, foram resultados destas medidas.
“Se não defendesse essas medidas não conseguiria construir o Hospital Metropolitano em Santa Rita, o Hospital de Oncologia em Patos, o Centro de Reabilitação em Sousa”, enumera o governador.
Com cerca de 10 dias para entregar o cargo, Ricardo Coutinho diz ainda estar ‘acelerado’ e com obras para entregar. O gestor garante que a missão de seu governo foi de atender os esquecidos. Ele também pediu apoio ‘duplicado’ da população para o eleito João Azevêdo.
Fonte: MaisPB

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Prestes a deixar Governo, Ricardo cita ‘medidas amargas’ da gestão"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.