Chuvas melhoram situação de reservatórios no RN; confira relatório















                                                                                   

Foto/Reprodução


O retorno das chuvas ao interior do Estado continua propiciando melhora das reservas hídricas potiguares. O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira (9), indica a saída de alguns reservatórios do chamado volume morto e também uma redução dos mananciais secos.
Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Igarn, atualmente, 15 estão em volume morto, em termos percentuais 31,91% dos mananciais monitorados. Em termos comparativos, no último relatório, divulgado no dia 2 de abril, os reservatórios em volume morto eram 19, o que representava 40,42% do total de mananciais monitorados.
Já os reservatórios que ainda se encontram secos são 6, em termos percentuais, 12,76%. No dia 2 de abril, 11 reservatórios ainda estavam sem águas, o que representava 23,40% dos açudes potiguares monitorados. Os açudes, Flechas, em José da Penha; Lucrécia, no município de Lucrécia; Brejo, em Olho d’Água dos Borges; Santa Cruz do Trairi e Inharé, ambos em Santa Cruz; foram os açudes que estavam secos e receberam recarga.
O açude Boqueirão, localizado em Parelhas, recebeu grande recarga. No relatório do dia 2 de abril, o reservatório estava com 14,238 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 16,79% da capacidade total do reservatório. Atualmente está com 30,874 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 36,41% do seu acumulado máximo, que é de 84,792 milhões de m³.
Em Umarizal, o açude Rodeador recebeu boa quantidade de águas. No último levantamento estava com, apenas, 346,257 mil metros cúbicos, em termos percentuais, 1,62% do seu volume total. Atualmente o reservatório está com 2,626 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 12,27% da sua capacidade total, que é de 21,403 milhões de m³.
O açude Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, é outro reservatório que merece destaque. No último relatório divulgado estava com 385,291 mil metros cúbicos, que representavam 4,66% da sua capacidade total, que é de 8,273 milhões de m³. Após as últimas chuvas está acumulando 2 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais 24% da sua capacidade.
O reservatório Caldeirão de Parelhas, no último levantamento estava com apenas 431.825 mil metros cúbicos, percentualmente, 4,63% da sua capacidade total, que é de 9 milhões de m³. Após as últimas chuvas o volume acumulado no manancial é de 2,921 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 31,34% do volume máximo que o açude pode acumular.
Embora não tenha saído da sua condição de volume morto, o açude Itans, em Caicó, teve uma boa recarga. No dia 2 de abril estava com 1,227 milhões de metros cúbicos, 1,50% da capacidade total do reservatório, que é de 81,750 milhões de m³. Atualmente, o manancial está com 3,755 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais, 4,59% da sua capacidade total.
Com relação aos maiores reservatórios estaduais, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no dia 2 de abril, estava com 282.267.266 milhões de metros cúbicos, ou 11,76% da sua capacidade total. Atualmente está com 315.799.133 milhões de metros cúbicos, o que corresponde em termos percentuais, a 13,16%, dos 2,4 bilhões de metros cúbicos da sua capacidade total. Esse volume de recarga foi suficiente para tirar o reservatório da situação de volume morto.
Segundo maior reservatório do Estado, a barragem Santa Cruz do Apodi também recebeu boa recarga, na data do último relatório divulgado, estava com 87,666 milhões de metros cúbicos de água, ou 14,62%, da sua capacidade total, que é 599 milhões que acumula quando cheia. Nesta segunda-feira, 9 de abril, está com 106,545 milhões de m³, em termos percentuais 17,77% da sua capacidade total.
A barragem de Umari, em Upanema, também teve aumento de volume. No dia 2 de abril estava com 36,601 milhões de m³, percentualmente, 12,50% da sua capacidade total que é de 292 milhões de metros cúbicos. Atualmente, o manancial está com 42,298 milhões de metros cúbicos acumulados. Percentualmente este volume representa 14,45% da capacidade do reservatório.
Leia reportagem completa direto do Portal no Ar

via: http://www.novacruzoficialrn.com.br

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Chuvas melhoram situação de reservatórios no RN; confira relatório"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.