Benjamin cobra ações de governos e lembra que Paraíba ainda sofre com sede















                                                                                     



“A situação dos nossos reservatórios é alarmante e é preciso que os governos do Estado e Federal tomem uma providência urgente”. A frase é do deputado federal Benjamin Maranhão (SD) que cobrou do Governo do Estado obras estruturantes e do Governo Federal a conclusão do Eixo Norte da transposição das águas do Rio São Francisco, além da realização da obra do ramal Piancó. Na Paraíba, 58 reservatórios monitorados pela Agência Estadual das Águas (Aesa) encontra-se com menos de 5% de sua capacidade. No Estado, 28 cidades vivem de carros-pipa.
Entre os anos de 2003 e 2016 quase 90% dos municípios da Paraíba decretaram calamidade ou emergência por falta de água nos postos de abastecimento, correspondendo a 2.785 localidades. “O descaso do governo quanto a isso é inadmissível, lutarei na câmara para que isso seja revertido, pois o povo paraibano sofre diariamente com a falta de água”.
De acordo dados da Aesa, a Paraíba conta com 1 reservatório sangrando; 35 reservatórios com capacidade superior a 20% do seu volume total; 33 reservatórios em observação com 20% menos água que seu volume total e alarmantes 58 reservatórios em situação critica com números menores que 5% de seu volume total.
Conforme o relatório Pleno de Conjuntura dos Recursos Hídricosno Brasil em 2017, divulgado pela agencia nacional das águas (ANA), das cidades afetadas por longos períodos de estiagem, sem chuvas, um total de 1.794 são da região Nordeste. “Estamos vivenciado uma grande seca e os governos não podem ficar de braços cruzados esperando apenas os reservatórios secarem. É preciso encontrar alternativas para garantir água a milhares de paraibanos”, destacou Benjamin.
Dados Nacionais – Estudo recente da Agência Nacional de Águas (ANA) mostrou que, de 2003 a 2016, 48 milhões de pessoas foram afetadas por secas ou estiagens no Brasil. Ao todo, foram registrados 4.824 eventos de seca com danos humanos. Somente no ano passado, 18 milhões de habitantes do país foram afetados pela escassez hídrica. Desse total, 84% viviam na Região Nordeste.

Fonte: http://www.paraibaradioblog.com

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: "Benjamin cobra ações de governos e lembra que Paraíba ainda sofre com sede"

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.