"Cássio corre o risco de não se reeleger ao Senado"













                                                                                         



 Crítico do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), o ex governador da Paraíba Roberto Paulino afirmou em entrevista a TV Arapuã, que o tucano corre o risco de não se reeleger ao senado em 2018.

Ao comentar sobre o rompimento dentro do PMDB causado por Ronaldo Cunha Lima quando esse saiu do partido e levou consigo um grande número de membros para o PSDB. Paulino afirmou acreditar que a decisão de Ronaldo de sair do partido foi um erro, pois apenas apressou o momento político da ascensão do atual senador Cássio Cunha Lima(PSDB) ao governo do estado, mas que não foi vantajoso para ninguém principalmente para o senador que segundo as palavras do ex-governador corre o risco de não se reeleger para uma das cadeiras do Senado Federal.

Roberto Paulino também comentou sobre o racha político que existe em sua terra natal, Guarabira, entre o grupo político do PMDB encabeçado na cidade por sua família e o grupo formado pela família Toscano. Paulino apontou que este racha é um fato recente para a história política da cidade e que anteriormente ambos figuraram no mesmo espcectro político dentro da cidade

Ele também não descartou a possibilidade de um acordo em Guarabira com o grupo do prefeito Zenóbio Toscano, desde que o PSDB venha a apoiar a candidatura do senador José Maranhão ao Governo em 2018.

No entendimento de Paulino, Maranhão vive uma fase especial podendo ser candidato até do governador Ricardo Coutinho, como álternativa diante da conjuntura. - Não tenho como afirmar que haverá acordo, mesmo assim diante de uma hipótese do PSDB apoiar o senador Maranhão não seremos obstáculo e assim admitiremos - frisou.

Fonte: http://www.pbagora.com.br

Share to Facebook Share to Twitter Share to LinkedinStumble It Share to Google Buzz Mais...

veja também

0 comentários em: ""Cássio corre o risco de não se reeleger ao Senado""

Deixe um comentário!

Publicidade how to make gifs

Últimas Notícias

Todos os direitos reservados.